FANDOM


Por favor, note que este é um artigo da Wiki Naruto sobre a árvore divina. Caso você estiver procurando o artigo sobre o capítulo 646, você deve ir para Árvore Divina. Para outros usos, veja Árvore Divina (desambiguação).

A Árvore Divina (神樹, Shinju), era uma árvore antiga, que cresceu a partir do sangue dos falecido durante a era de guerras intermináveis ​​no alvorecer da raça humana, e era adorado como o anfitrião de um deus. A cada milênio, a árvore iria crescer um fruto misterioso, que os seres humanos foram especificamente instruídos a nunca colocar tanto como um único dedo sobre ele. O consumo dos frutos do Shinju confere uma habilidade em cima do corpo de seu consumidor para produzir um poderoso chakra.[1][2]

Visão Geral Editar

Descrição de Kaguya no Anime

A árvore retratada ao lado de Kaguya.

Um milênio atrás, Kaguya Ōtsutsuki, princesa e líder do Clã Ōtsutsuki, ansiava pela paz. Tendo ela decidido que seria necessário obter poderes divinos em prol de terminar todos os conflitos da humanidade, Kaguya cometeu o tabu de consumir o fruto do Shinju. Usando seu novo poder descoberto, Kaguya sozinha encerrou as guerras, todas, e pelos seus feitos, ela foi conhecida como Deusa Coelho.

Todavia, Kaguya cresceu despótica, por ter perdido o foco de seus julgamentos, à controlar a humanidade pela força, algo que iria mudar sua imagem pública de uma deusa benevolente para um demônio.[3][4] À beira da insanidade, Kaguya encarnou junto do Shinju para criar o Dez-Caudas quando ela descobriu, muito para sua raiva, que seus dois filhos, Hagoromo e Hamura, herdaram seu poderoso chakra e exclusivo dōjutsu.[5]

Personalidade Editar

O Shinju era uma entidade imparcial, completamente desprovida de sentimentos e ideais como ela permaneceu neutra e quase ambivalente das constantes guerras que foram travadas em torno dela pela humanidade.[6]

Habilidades Editar

Uma vez que o Tsukuyomi Infinito é ativado, o usuário pode assimilar as vítimas do genjutsu no Shinju por uma ligação com suas raízes.[7] Ao fazê-lo, a força vital do Shinju vai sustentar a vida das vítimas por tempo indeterminado, ao mesmo tempo, transformando-os gradualmente em um Zetsu Branco.[8]

Fruto de Chakra Editar

Fruto de Chakra

O fruto da Árvore Divina.

Toda vez em um milênio, a Shinju dava uma única fruta, cujo consumo foi considerado proibido. Após quebrar o tabu e consumir o Fruto de Chakra (チャクラの実, Chakura no Mi), Kaguya Ōtsutsuki ganhou uma enorme quantidade de excepcionalmente poderoso chakra, com o qual ela foi capaz de parar sozinha todas as guerras que assolaram as terras. Kaguya foi notada como o ser mais poderoso do que o Sábio dos Seis Caminhos.[9] Ao utilizar o Tsukuyomi Infinito e Deus: Natividade de um Mundo de Árvores, é possível voltar a reunir o chakra de todos os seres vivos em todo o mundo, assimilando estes em um único ser, mais uma vez, permitindo a Shinju crescer um novo fruto de chakra. [10]

Curiosidades Editar

  • Shinju (神樹) significa literalmente "árvore divina", e seu tamanho e natureza têm conexões com ambos a árvore do mundo e da árvore da vida, motivos que estão presentes em várias religiões da vida real e mitologias de todo o mundo.
    • Além disso, a história do Shinju tendo o fruto proibido é muito semelhante à história da árvore do conhecimento do bem e do mal nas religiões abraâmicas, em que Adão e Eva, os primeiros seres humanos, comeram o fruto proibido apesar de ser dito de outra forma. Em última análise, ao tornar-se mais sábio, que levam à sua queda por incorrer na ira de Deus. Por desobedecer a ele, ele sempre amaldiçoou os dois e seus descendentes. O filho mais velho de Adão, Caim, viria a matar seu irmão mais novo, Abel, de raiva e ciúme na sequência da rejeição da sua oferta de Deus ao aceitar Abel, similar à luta entre os dois filhos do Sábio dos Seis Caminhos.
    • As entidades de madeira na base do Shinju pode ser uma referência para o Nidhogg, um dragão ou serpente que eternamente mastiga as raízes de Yggdrasil na mitologia nórdica. Da mesma forma com a aparência do Shinju, diz-se que deve Nidhogg finalmente ser livre de seu encarceramento sob Yggdrasil, a sua aparência para o mundo além de suas raízes, anunciar a vinda de Ragnarök, o fim do mundo e da batalha final dos deuses.
  • Quando o Dez-Caudas foi recriado em uma árvore por Obito Uchiha na Quarta Guerra Mundial Ninja, foi inicialmente chamado de Shinju por Gyūki, [11], mas que mais tarde foi confirmado ser uma forma do Dez-Caudas. [12]

Referências Editar

  1. Quarto Dabatook, páginas 216-117
  2. Naruto capítulo 646
  3. Naruto capítulo 670, páginas 10-11
  4. Naruto capítulo 671, páginas 8-9
  5. Naruto capítulo 681, página 9
  6. Naruto capítulo 646
  7. Naruto capítulo 671, páginas 8-9
  8. Naruto capítulo 679, páginas 9-9
  9. Naruto capítulo 670, página 10-11
  10. Naruto capítulo 671, páginas 8-9
  11. Naruto capítulo 646, página 5
  12. Naruto capítulo 673, página 6
  13. Naruto capítulo 690, página 12

Iniciar uma Discussão Discussões sobre Árvore Divina

  • teoria. a origem da shinju.

    5 mensagens
    • Talvez o clã otsutsuki queria se sentir superior e acabar com as guerras no universo então se dividiram, mas o maior grupo foi para a terra.
    • Miguel Ōtsutsuki escreveu:Talvez o clã otsutsuki queria se sentir superior e acabar com as guerras no universo então se dividiram, mas o ma...
  • Se algum otsutsuki comer 3 fruto de sinjhus diferente

    6 mensagens
    • OitoTrintaDois escreveu:O que aconteceria? Bem, ele se ferraria. A Kaguya suportou o poder de um fruto do chakra, de um Shinju. No fim da luta...
    • ERRO                 

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.